Parceria de lua e sol

image

Silenciosa apareceu mais uma vez
Olhou pra si
Surgindo de onde não sei
Viu-se nua a olhar um mundo
Fundo, os olhos fitou
Pálida a iluminar se pôs
Sem receio, cheia de graça
Com uma luz emprestada, tão sua, que nem parecia
Fazendo sua parceria
Fez o olhar se apaixonar, se iluminar, se entragar
E mais uma vez do céu descia
Dando espaço, pra seu bem feitor
Raiar

Djuliana Themistocles

Anúncios

NO chorar…

Chorava por tantos motivos sabidos
Que mal sabia o motivo pelo qual chorava
Ouvia entre o som do choro
Uma voz que lhe chamava
“Seu choro, menina, não cobre as estrelas
Seu choro enxarca o mar
Preparando-o para receber,
Assim como tu vais receber,
A bela lua para te iluminar”
E assim sob a luz da lua
Esperou o sol voltar!

Djuliana Themistocles

Tudo que Era…

Esse azedume que invade a alma
Torna uma gota em uma tempestade num copo d’água
Destrói montanhas e pinta o céu de cinza
E enche a vida do que não devia
Mostra-me pedras onde havia um caminho
E traz uma vontade de fugir, sumir, sair sozinho
Pois o que era flor virou espinho.

Djuliana Themistocles

Mareando…

No mar me encontro
Mareio a alma
Lavo o corpo e salgo os males rondavéis
No mar deixo de ser eu
Torno-me um outro ser
Lendário não existo em mim
Faço força que não me cabe
No mar renovo
Removo o que não é meu
Presente que me deu e não recusei
Só e somente só
No mar me encontro plenamente eu

Djuliana Themistocles

A que horas?

“Quando tudo o que parecia ser
Perde o sentido
E o mar se agita nas profundezas
Pode ter certeza
Uma onda gigante destruirá
Para que se possa reconstruir
O que o tempo, impiedoso
Já vem destruindo há tempos.”

Djuliana Themistocles

Ao dia…

Imagem

 

Meu dia querido, hoje venho te pedir pra que sejas mais paciente.
Nem todos nós sabemos ou podemos te aproveitar como deveríamos
Não é por mal, mas existem fatores externos e internos que não nos permitem isso.
O seu companheiro tempo, por exemplo, não para nem um segundo mesmo que precisemos que ela o faça.
Não me entenda mal, não estou colocando a culpa nele, só estou justificando uma de nossa deficiência.
E essa deficiência me faz correr e não te enxergar por inteiro.
Prometo tentar, não conseguir, apenas tentar te aproveitar nos mínimos detalhes. 
Mas fique ciente que se eu não conseguir não foi por mal, apenas fui menos eficiente que gostaria e deveria.
Dia, querido meu, não me abandone, a não ser que seja pra me deixar numa noite estrelada.
E sendo assim ficarei tranquila, pois saberei que tu voltaras no outro dia.

Um motivo…

 

 

 

 

Imagem

 

 

Ver uma paisagem, mesmo que de passagem
Te dá uma paz, te renova, remove e reloca
Ver o céu azul num dia de segunda-feira
No meio de uma semana inteira
Numa correria sem esteira
Te mostra que a vida tem sempre um,
Não mais que um, bom motivo pra continuar!

Djuliana Themistocles