Louca contradição

Se um dia a tua dor for maior

Do que tu consigas suportar

Não tenhas vergonha de chorar

Eu juro que não olharei para tuas lágrimas

Mas te prometo meu ombro

Para nele tua cabeça recostar

E se diante da minha dor

Nos teus lábios um sorriso brotar

Não te encabules

Me convida è gargalhar

Se na tua irá começares a xingar

Não se preocupe

Meus ouvidos estão aqui para te ouvir desabafar

E se na tua loucura me convidares à dançar

Mesmo descompassada, tentarei te acompanhar

E se minha contradição te assustar

Não te inquietes

É nessa contradição que os loucos aprendem a se apaixonar

E, lá no fundo, só os loucos é que sabem o que é amar!

Djuliana Themistocles

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s